Postado em 13 de Fevereiro de 2017 às 13:12
Vândalos depredam terminal rodoviário
Rodoviária

Junto com as chaves do Terminal Rodoviário de Corrente vieram também os problemas que tem preocupado o gerente do local, Oneido Carlos Martins. “Falta de fiscalização, má administração e desorganização na gestão anterior deixaram o terminal em situação de total abandono, um caos”, afirmou Oneido. “Recebemos o terminal com portas arrobadas, vasos quebrados, computadores e cadeiras sem condições de uso, sem contar a falta de fiscalização pois a rodoviária só contava com vigilância no período noturno, colocando em risco os servidores, prestadores de serviços e concessionários, ” frisou o gerente. A rodoviária abriga os órgãos da Vigilância Sanitária e do Centro Epidemiológico entre outros. Segundo a gerente da Vigilância Sanitária, Lídia Valdete, a preocupação é constante pois o prédio não oferece as condições básicas de funcionamento do órgão. “A mais de um ano estamos funcionando no terminal que não oferece as condições necessárias para trabalhamos, não temos local para armazenar as apreensões, nem os produtos tóxicos, colocando em risco a nossa saúde, afirmou. Para poder prestar um serviço de melhor qualidade aos usuários do terminal, concessionários e servidores, o prefeito Murilo Mascarenhas determinou que seja realizado um levantamento para sanar os problemas e fazer com que o espaço funcione em condições dignas para a população.

Segundo o secretário de Administração Expedito Basílio todas as medidas cabíveis já estão sendo tomadas em relação a segurança do local, um boletim de ocorrência denunciando os arrombamentos acontecidos no mesmo e solicitando policiais para proteção da rodoviária, já foi feito e se espera que em breve esse problema seja sanado. 


ULTIMAS NOTÍCIAS