Postado em 7 de Agosto de 2017 às 16:53
Empreendedor de Corrente dobrou sua renda após legalizar a sua atividade
SEMIC

Quem trabalha por conta própria, de maneira informal, e fatura até R$ 60 mil por ano, pode estar perdendo a chance de fazer bons negócios e aumentar os lucros. Com a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa foi criada a figura do Microempreendedor Individual, MEI, por meio da qual é possível se formalizar pagando tributos diferenciados.

“O MEI trouxe mais cidadania para quem trabalha por conta própria. Formalizado, o empreendedor passa a ter CNPJ, pode comprar direto de atacadistas e ainda participar de licitações e outras modalidades de compras feitas pelo governo. Além disso, parte da contribuição paga por essas pessoas é destinada ao INSS, garantindo a elas benefícios previdenciários”, explica o diretor técnico do Sebrae no Piauí, Delano Rocha.

Marcos Antônio da Silva, que trabalha com construção civil e artesanato, é um exemplo de que a formalização garante vantagens para os empreendedores. Marcos atua na região de Corrente, município localizado no extremo sul do Piauí, distante 874 quilômetros da capital do Estado.

“Em fevereiro deste ano, procurei a Sala do Empreendedor do meu município para me formalizar. Nos últimos meses, minha renda aumentou bastante, chegando até a dobrar. Passei a participar de licitações e hoje presto serviços para a prefeitura de Corrente. Deixei a condição de funcionário para ser dono do meu próprio negócio. Tenho mais responsabilidades, mas me sinto realizado”, afirma Marcos Antônio da Silva.

O empreendedor participou de várias capacitações do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, realizadas na região, como as oficinas do Programa Sebrae Empreendedor Individual, SEI, sobre vendas, planejamento, cooperativismo e compras.

“Avancei nos meus conhecimentos sobre gestão e no meu modo de pensar os negócios. Hoje, sei negociar melhor e lidar com a concorrência. Meu plano é melhorar cada vez mais e crescer. Penso em ter uma grande empresa de construção. Cada vez que participo de uma capacitação do Sebrae, me sinto mais preparado.. Acredito que lado a lado com essa instituição, eu avançarei mais e mais”, acrescenta Silva.


Fonte: fort noticias


ULTIMAS NOTÍCIAS